Artigos Mobile/Tech

Vamos mobilizar o país?

image
Escrito por Iuri Brito

Você lembra o que aconteceu nas campanhas de 2010? Sim, falo das primeiras grandes campanha eleitorais com uso das Redes Sociais no Brasil. Lembra? Aquele boooom inspirado pelo super case #hope do Obama em 2008? Pensando que tudo ocorreu há apenas 2 anos, melhoramos bastante a forma com o qual vemos / conversavamos sobre política.

Melhoramos, mas isso é apenas o início. Você sabe o que está acontecendo agora? #pausaparapensar
Me diga, quantas pessoas você imagina terem acesso a internet no Brasil? E quantos celulares? Desses, quantos com acesso a internet? Preparado para conhecer essa revolução silenciosa?

Pois é.. enquanto no Brasil, estamos com 90 milhões de internautas (um pouco mais, um pouco menos), o número de celulares ou linhas ativas é de, pausa para momento tenso, 250 milhões! Isso mesmo, mais de 1 para cada habitante. E desses 50 milhões possuem acesso a internet (um pouco mais que a metade da população online). E acredite se quiser, ainda há expectativa de vendar mais 15 milhões até o final de 2012.

Quer mais? Para você ter uma ideia no ano de 2011, nosso país passou de 16º no ranking mundial de smartphones para a 10ª posição. E quer um pouco mais? Sabe qual a previsão para 2014? Anote, 140. Não meu amigo, não é caracteres do seu Twitter, são 140 milhões de celulares com acesso a internet em 2014, mais de 70% da população atual. Imagine então tudo isso com 4G.

Opa! Enquanto você presta toda a sua atenção ao Facebook ou qual vai ser próxima Rede Social, está deixando passar um mundo mobile de iPhone / Androids que já pegou você. Seja por aplicativos de marcas, games ou hubs sociais, você é mobile, se mantém mobile e reclama muito, quando seu 3G resolve encrencar. E olhe que o 4G está a caminho… Aqui no Brasil, anote 2014.

Mudanças, mudança e mudanças… mas e as eleições? O que essa loucura vai impactar nas eleições de 2012, e por consequência, mudar tudo para a de 2014?

O primeiros Bandeirantes:

Hora de falar dos pioneiros.. que fazem, quem são, o que temos. Por exemplo, hoje candidatos estão iniciando um movimento de mobilizar suas campanhas (entenda tornar mobile). A ideia é facilitar o acesso do público as ações, propostas e destaques das campanhas, acesso as redes sociais, incentivo ao engajamento e participação. Eu falei, estão iniciando…

Um exemplo, o deputado Paulo Pimenta (que posso citar pois não ser candidato a nada) atualmente conta com um aplicativo para iPhone e Android para facilitar o acesso da população do RS ao seu mandato. Acesse para entender o que estou falando. Um aplicativo simples, que cria um canal de comunicação direta com o público, ajudando a manter atualizados eleitores e apoiadores sobre tudo o que acontece em Brasília.

Ideia bacana não? Some ela com a recente pesquisa da Intel que revelou que 80% dos usuários de celular dormem com o aparelho bem ao lado da cama e 40% afirmaram nunca largar o dispositivo, nem mesmo quando vão ao banheiro. Wow! Entendeu o caso?

Vamos falar de 2014?

Copa do mundo. Enquanto todo mundo fala de Copa do mundo, vale lembrar que também é o ano das eleições presidenciais, estaduais e para deputados. Enfim, são 2 grandes campeonatos no mesmo ano. E quer saber a verdade… No mobile vai ser o ano do tem ou não tem. Com mais de 70% da população com acesso no celular, o kit: site + redes + mobile, vão ser obrigatórios.

E quer a melhor notícia? Isso vai ser o principal agente transformador da web e serviços online, criando novas oportunidades para empresa, portais e serviços. Quer apostar? Anote:

Primeiro imagine que pelo celular você ter acesso ao seu candidato, prefeitos, deputados e governadores. Um canal direto para participar, debater, enviando dúvidas e contribuir para sua cidade. Até aquelas promessas, você vai poder acompanhar o que aconteceu e o que foi blablabla.

Mas isso é o início, imagine agora os serviços públicos, agendamento, guias, pgtos, tudo no celular. Se você tivesse comigo na Estônia mês passado, país case mundial em que você até vota pelo celular, saberia que não ter papel no serviço público e oferecer quase tudo no celular já é realidade.

Se no .gov o caminho é sem volta, agora pense no comércio, indústria e serviços. Quantas novas oportunidades para um novo boooom de negócios? Sabe aquela listinha do supermercado? O menu e reserva do seu restaurante? Ou da listinha da fármácia + receita do seu médico ao Happy Hour? Imaginou?

Então anote, 2014.

E eu e minha empresa com isso?

Exclusão digital temporária ou analfabetismo político a parte, uma coisa é verdade, quem ganha com tudo isso somos nós. Isso mesmo, dessa vez quem ganha é a população. Da inovação a praticidade, ao acesso móvel e tudo, até um povo sem memória, que acredita em promessas e um rostinho bonito, acha um finalmente.

Lembra aqueles deputados da CPI? Ou aquele das viagens? Vou ter no meu celular o aplicativo de todos em que votei, o anti corrupto e ainda o Ficha Limpa. Fácil de acompanhar e saber o que realmente ocorre. Ah! Anote também o aplicativo de gastos da sua cidade, denúncie aqui para a imprensa, do procon e até da delegacia.

Preparados para termo memória, mobilidade e mais transparência? Pode até não ser a solução imediata para grande parte de todos os nossos problemas (culturais). Mas acredite, um passo ajudar a melhorar muito a escolha, e um grande passo para melhorar o nosso Brasil.

Para conhecer uma empresa que está ajudando isso acontecer, acesse: http://mobilizebrasil.com

Agora é a sua vez, você acredita que o mobile muda o Brasil? E como está o seu candidato? Não queria perguntar, mas e a sua empresa… mobilizou? Anote, comente e #vamosconversar

Sobre o Autor

Iuri Brito

Iuri Brito, o @GoUp no Twitter, é publicitário, mestre em planejamento, fundador da agência digital prumos.com e prêmio Talento Empreendedor. Hiperativo, vive hoje em New York e São Paulo.

Deixe um comentário