SEO - Otimização de Sites

Sobre Marketing de Busca

Sobre Marketing de Busca
Gabriel Nunes
Escrito por Gabriel Nunes

Nós já estamos acostumados com a comodidade, mas o que seria da internet sem os buscadores? Benditos Yahoo, Cadê, Alta Vista, Bing, Google e tantos outros motores de busca que facilitam nossa vida no dia-a-dia.

Antigamente, quando nos interessávamos por uma televisão nova, roupas da moda, cosméticos ou qualquer outro produto, teríamos que ir até o shopping pesquisar pelos melhores preços e condições de pagamento, de loja em loja, e perguntar aos vendedores quais as características, qualidades e defeitos de cada produto.

E para fazer trabalho para a escola ou para a faculdade? Era um martírio ter que ir até a biblioteca, perguntar para a bibliotecária quais livros poderiam nos ajudar, rezar para o livro estar lá, anotar as informações mais relevantes e escrever o trabalho com base nas pesquisas. Ufa!

Que maravilha viver no século XXI, né?

Hoje precisamos apenas de um computador, tablet ou smartphone conectado na internet para encontrarmos as informações em tempo real. Produtos, características técnicas, avaliações de compradores, lojas com os melhores preços, informações de fontes confiáveis e mais uma infinidade de conteúdo que só os buscadores podem nos fornecer.

O marketing de busca visa fazer com que seu site possa ser encontrado por pessoas que buscam sobre determinados assuntos. No caso de e-commerces, as estratégias são utilizadas desde a fase de pesquisa do produto até o pós-compra.

São 3 os tipos de pesquisas que podem ser realizadas nos buscadores:

Consulta de Navegação: Serve como uma “Página Amarela”. As pessoas procuram pela empresa ou marca específica. Exemplos: “Centauro”, “Submarino”, “Agência Mídia Boom”.

Consulta de Informação: Serve para buscar informações sobre diversos assuntos. Exemplos: “Como tomar whey protein”, “Quem ganhou o oscar de melhor ator em 2015”, “Qual a distância entre a Terra e Marte”.

Consulta de Transação: Serve para encontrar produtos, serviços, criar conta em algum site e encontrar algo na região. Exemplos: “Nike Shox”, “Restaurante Japonês na Zona Sul”, “Curso de PHP online”.

Mas como posso ser encontrado nos sites de busca?

O marketing de buscas abrange:

PPC ou CPC (Pay Per Click ou Custo por Clique) – Como o nome já diz, você paga o anúncio apenas quando ele receber um clique. Os anúncios aparecem na parte superior e no canto direito dos resultados de buscas. Primeiro, você deve escolher as palavras-chave ideais para a sua campanha, analisando relevância, volume de busca mensal e valor do clique. O CPC funciona como um leilão e os anunciantes que derem os lances mais altos aparecem nos resultados de busca. Após a criação dos anúncios, devemos analisar as métricas pelo Google Analytcs e sempre otimizá-las, maximizando os lucros. Geralmente são utilizadas para consulta de transação, já que geram mais conversões do que as consultas de informação.

SEO (Search Engine Optimization) – A otimização de sites tem como objetivo fazer com que o seu site apareça nos primeiros resultados orgânicos de uma busca e envolve alterações no código interno (SEO On Page) e na relevância externa (SEO Off Page). No planejamento escolhemos com quais palavras-chave trabalharemos, fazemos análise da concorrência, definimos os objetivos e quais serão as métricas mais importantes para acompanhar os resultados (KPIs). Além disso, é importante realizar a análise de experiência do usuário, detectando melhorias na usabilidade e navegação dentro do site. Posteriormente, definimos estratégias para prospecção de backlinks.

Comparadores de preço – Os usuários entram em sites de comparadores de preços como Buscapé, Shopping Uol, Bondfaro e procuram pelo produto de interesse. Com base nisso, são recomendados e-commerces que possuem produtos com preços mais baixos do que a concorrência. Os anúncios são pagos por CPC (custo por clique) ou CPA (custo por aquisição) dependendo do tamanho do e-commerce.

Buscas Verticais – Dependendo do termo que é pesquisado, o buscador nos traz imagens, vídeos e notícias. Para isso devemos desenvolver estratégias para aparecer nas primeiras posições através das buscas verticais. Não podemos esquecer da importância do Youtube, que é considerado o segundo maior site de buscas do mundo.

Sobre o Autor

Gabriel Nunes

Gabriel Nunes

Agência Mídia Boom

Deixe um comentário